Dicas Parte III

Com­par­til­he Esse Arti­go!
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares

E sobre a min­ha profis­são?

Fica difí­cil para alguém que reside nos EUA te dar uma ideia sobre van­ta­gens ou desvan­ta­gens, opor­tu­nidades de emprego, salários, etc. sem a pes­soa estar no mes­mo ramo que você. Pro­cure dados no Google amer­i­cano.

E sobre empre­gos?

Com res­i­den­cia per­ma­nente, além de sites pop­u­lares, con­sulte querotrabalho.xyz

e sem residên­cia, qual­quer tra­bal­ho não autor­iza­do e’ ile­gal no país, mas não quer diz­er que as pes­soas obe­de­cem a lei e geral­mente se viram de um jeito ou de out­ro. Depois de enfrentar desafios no Brasil, os desafios aqui não são tão difi­ceis.

E facil namorar com amer­i­cano ou amer­i­cana?

Na ger­al mul­her brasileira não tem prob­le­ma em encon­trar amer­i­cano para namorar ou casar. Sem­pre tem um dis­pos­to. As mul­heres amer­i­canas, por out­ro lado, podem ser um desafio para o homem brasileiro. E por isso que você não vê  muito  brasileiro, mes­mo no Face­book, com mul­her amer­i­cana. E um ou out­ro. Já a brasileira com homem amer­i­cano a bem mais comum.   Leia mais sobre isso aqui.

E fácil casar com americana(o).

Isso depende de você, de sua adap­tação, seu inglês e per­son­al­i­dade.

Pre­ciso casar (ver­dadeira­mente) para me legalizar?

Esse é um méto­do de per­manecer no pais legal­mente.

Quem me daria con­sel­hos sobre as leis de imi­gração?

Con­sulte um advo­ga­do com­pe­tente que fale por­tuguês.

Eu vou pre­cis­ar de car­ro nos EUA?

Sim e não. Depende da cidade onde você vai morar.

Existe racis­mo con­tra brasileiros nos EUA?

Talvez por um igno­rante ou out­ro. 99% das pes­soas te tratarão bem.

Não gos­to muito de americano/a.

(Tem mex­i­cano, cubano, africano, brasileiro, chilenos e out­ros com cidada­nia). Porem, EUA pode não ser o lugar ide­al para você?

Pos­so traz­er min­ha família depois de pegar o Green Card?

Sim. Con­sulte seu advo­ga­do de imi­gração.

E seguro sair à noite? 

Exis­tem cidades que são bar­ra pesa­da. Out­ras são super seguras.

  • Evite dro­gas como uma pra­ga. Nada de fumar macon­ha ou usar out­ros tipos de entor­pe­centes.
  • Se você tiv­er antecedentes de dro­gas, vai ficar difí­cil obter o Green Card ou cidada­nia amer­i­cana.
  • Cuide de sua saúde e coma bem para não ficar doente. (Acad­e­mia, comi­da saudáv­el, etc.)
  • Se você não tiv­er seguro de saúde, um dia no hos­pi­tal pode cus­tar mil­hares de dólares! Cuida­do.
  • Mui­ta gente se con­vence que vir como tur­ista seja o equiv­a­lente a ser um imi­grante. Isso e’ ilusão. Man­ten­ha seu vis­to vali­do!
  • Por essa razão, não recomen­damos que você arrisque o seu bem-estar e o bem-estar de sua família.  
  • Ao namorar com amer­i­cana, lem­bre-se que aqui a mul­her está acos­tu­ma­da a tomar as ini­cia­ti­vas. Cuida­do!
  • Ao namorar com amer­i­cano, não pense que o cara é gay por não lhe bei­jar ou tocar. Ele espera seu gesto de OK primeiro.
  • Cuida­do com cachor­ro que morde. Se seu cachor­ro morder alguém, matam o cachor­ro e te depor­tam se você estiv­er irreg­u­lar­iza­do!
  • Evite usar a buz­i­na como fazem no Brasil. O cara na sua frente pode ser um poli­cial ou agente de imi­gração! Mui­ta gente tem porte de armas e alguns são malu­cos.
  • Não fal­si­fique seus doc­u­men­tos ou obten­ha cartão (SSN) fal­so. Isso pode com­plicar sua vida se for pego.
  • Não fique brig­an­do nos fóruns online. Quan­do alguém começar a abusar, ignore ou saia fora.
  • Sai­ba que algu­mas mídias soci­ais empregam pes­soas para mon­i­torar as dis­cussões nos fóruns.
  • Como checam as redes soci­ais, você não vai quer­er ter um ras­tro de ameaças, ou pare­cer ser violento(a).
  • Não arrume nen­hum tipo de encren­ca com viz­in­hos, espe­cial­mente em aparta­men­tos!
  • Não fique fazen­do vídeo no YouTube. Isso se chama bur­rice agu­da. Sem doc­u­men­tação e fazen­do vídeo?
  • Não se matricule em esco­la públi­ca ou par­tic­u­lar com vis­to de TURISTA! Você arrisca depor­tação.
  • Leia mais sobre detenção de brasileiros na Flóri­da e o que o con­sula­do brasileiro pode faz­er.
  • Não se aco­mode. Se você não tem dire­ito a obter carteira de motorista, não se arrisque. Vai para out­ro esta­do e siga a lei do mes­mo.
  • Evite qual­quer ato ou ativi­dade ile­gal ou fraud­u­len­ta. Muitos já dançaram com isso.
  • Não des­obe­deça nen­hu­ma ordem judi­cial. Americano(a) nen­hum pode te sal­var na hora do aper­to.
  • Acom­pan­he as notí­cias no GOOGLE sobre imi­gração legal e ile­gal e veja onde o pes­soal encon­tra prob­le­mas.
  • Cuida­do com quem você se envolve nos Esta­dos Unidos
  • Evite encren­ca. Evite morar em lugares inde­se­jáveis.
  • Seja parte de uma igre­ja nos EUA (Evangéli­cos, Mór­mon, Católi­cos, etc.)

Exis­tem empre­sas no Brasil, Méx­i­co, Chi­na, África e out­ros país­es que cobram uma for­tu­na para que mul­heres ten­ham bebês nos EUA. Dev­i­do ao 14th Amend­ment da Con­sti­tu­ição norte-amer­i­cana, todo mun­do que nasce em solo amer­i­cano é con­sid­er­a­do cidadão, não impor­ta se os pais são legais no país ou não. Exis­tem medi­das para mudar essa brecha, porém, nada foi feito. Na Cal­ifór­nia, clíni­cas já foram inva­di­das por agentes des­man­te­lando esse tipo de empreendi­men­to. E uma oper­ação clan­des­ti­na para ricos ten­tan­do “com­prar” cidada­nia para os fil­hos. Não seja trouxa, você nem pre­cisa pagar uma for­tu­na para isso e nem pre­cisa ludib­ri­ar ninguém. Pense!

Mas para que tan­to admoes­tatório sobre a vida nos EUA?

Parte Final

Sua Opinião?