Deportações: Um Corre, Corre em 2018?

Com­par­til­he Esse Arti­go!
  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
    4
    Shares

 

O Itamaraty informou que neste ano, até o dia 27 de novembro, 139 brasileiros foram deportados, quase o dobro do registrado em todo 2016, quando 73 pessoas foram expulsas e enviadas ao Brasil por viverem sem os vistos corretos nos EUA.

(O Globo)

 

Um corre, corre? 2018 pode se tornar o ano das depor­tações se a admin­is­tração do Trump con­tin­uar firme em suas promes­sas. Talvez seja por isso, em parte, que muitos vis­tos estão sendo nega­dos. Pos­sivel­mente uma for­ma de equi­li­brar o numero de pes­soas entran­do em relação ao numero sain­do, pois nem todo mun­do que entra legal­mente retor­na para seus país­es de origem. E depor­tações aumen­tan­do!

Utah e Neva­da provavel­mente rece­berão muitos indoc­u­men­ta­dos em 2018, pes­soas deixan­do out­ros esta­dos por receios de depor­tação. A Cal­ifór­nia tam­bém poderá pres­en­ciar um influxo sig­ni­fica­ti­vo de pes­soas sem per­mis­são ofi­cial de tra­bal­ho ou residên­cia per­ma­nente.

Flori­da e Mass­a­chu­setts provavel­mente terão um número maior de depor­tações fazen­do com que as  pes­soas afe­tadas cor­ram para out­ros esta­dos onde os riscos e cus­tos de vida são menores. 

Essas suposições tem fun­da­men­to. 

Utah e um esta­do boni­to, cheio de belezas nat­u­rais, ter­ra dos dinos­sauros, cidades com óti­mas uni­ver­si­dades, um povo geral­mente edu­ca­do e boni­to. Em Utah você des­fru­ta de lagos, mon­tan­has, qua­tro esta­coes do ano bem definidas, empre­sas de tec­nolo­gia, óti­mos hos­pi­tais, cus­to de vida razoáv­el e, ain­da por cima,  Salt Lake City, a cap­i­tal do esta­do e uma cidade san­tuário não ofi­cial. Como assim? Todo mun­do e bem-vin­do e a polí­cia não para ninguém na rua para ver­i­ficar sta­tus imi­gratório.

Rara­mente pes­soas são pegas e depor­tadas somente por tra­bal­har ile­gal­mente. Se isso ocor­resse, muitos negó­cios no esta­do iri­am sofr­er per­das de lucro e de mão-de-obra. Igre­jas perde­ri­am muitos adep­tos.

Imi­gração ile­gal tem muito a ver com cus­tos e lucros tam­bém. Siga a tril­ha do din­heiro: empre­sas de seguros de vida, seguros de automóv­el, ali­men­tação, Inter­net, celu­lar, automóveis, aluguéis de casa e aparta­men­tos, ban­cos, con­strução, empre­sas de emprés­ti­mos a cur­to pra­zo, igre­jas e out­ros con­tin­u­am a lucrar com imi­gração ile­gal.

Se você obe­dece as leis dos EUA, você não tem nada a temer.  Ande com o car­ro reg­u­lar­iza­do, com seguro em dia, com carteira val­i­da, evite asso­ci­ações com pes­soas inve­josas e tox­i­cas, se entrose com amer­i­canos de bem, siga sua religião se for o caso, não arrume con­fusão, pague suas divi­das ou suas obri­gações, não se encha de divi­das com car­ros e lugares caros, man­ten­ha seu vis­to em dia, aper­feiçoe  seu inglês, econ­o­mize para poder sair e entrar no pais quan­do necessário para vis­i­tar sua família, obten­ha seguro de saude e seguro de vida, não cometa nen­hum tipo de fraude e nun­ca entre em con­tratos fraud­u­len­tos e você terá paz e tran­quil­i­dade.  

 

Sua Opinião?