Dicas Parte II

Com­par­til­he Esse Arti­go!
  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
    4
    Shares

Note que os mel­hores can­didatos para imi­gração per­ma­nente nos Esta­dos Unidos são aque­les propí­cios a um casa­men­to genuíno com cidadão ou cidadã amer­i­canos. Em Boston, Mar­ta, 24, chegou do esta­do do Paraná via Mia­mi, e den­tro de alguns meses se casou com um brasileiro mais vel­ho e cidadão amer­i­cano. Ela foi esper­ta, casou por amor e uniu o útil ao agradáv­el escol­hen­do  uma pes­soa den­tro de sua própria cul­tura.

Você sabia que exis­tem cen­te­nas de home­ns e mul­heres brasileiras com cidada­nia amer­i­cana?

No caso da Mar­ta, dev­i­do ao casa­men­to com brasileiro nat­u­ral­iza­do, ela con­seguiu seu Green Card para residir per­ma­nen­te­mente e poder tra­bal­har sem mais se pre­ocu­par com vis­to. Em 5 anos ela poderá se tornar cidadã amer­i­cana. Ela saiu do Brasil como fun­cionar­ia na Caixa Econômi­ca, para uma nova vida nos EUA!

Out­ras pes­soas, com esforço e cria­tivi­dade, podem ter um esti­lo de vida mais tran­qui­lo do que no Brasil, mas sem anis­tia e dev­i­do ao número maior de depor­tações ocor­ren­do cada dia, esse grupo vai sem­pre cor­rer o risco de ser man­da­do emb­o­ra, as vezes com cri­anças menores de idade e tudo!

Mudan­do um pouco a dire­cao do assun­to…

 

Já pen­sou chamar atenção para si próprio só porque a lanter­na tra­seira de seu car­ro esta­va queima­da e depois ser pre­so e depor­ta­do por diri­gir sem carteira? Ou ser depor­ta­do depois de residir nos E.U.A. por 22 anos?

Abaixo con­fi­ra várias recomen­dações baseadas em exper­iên­cias e décadas residin­do legal­mente nos Esta­dos Unidos! Não esper­amos que você leia ou con­corde com todas nos­sas obser­vações, mas algu­mas delas podem evi­tar prob­le­mas para você ago­ra e no futuro.

Con­trário do que muitos pen­sam, morar em out­ro país requer apren­diza­gens novas e adap­tação a uma cul­tura difer­ente da qual você está acos­tu­ma­do. É sur­preen­dente o número de pes­soas que fal­ham nesse teste tão bási­co e muitos “que­bram a cara”.

Vamos lá?

  • Tire o pas­s­aporte o mais cedo pos­sív­el antes de plane­jar uma vida nos EUA.
  • Estude tudo sobre obtenção de vis­tos de entra­da (Tur­ista, Estu­dante, Tra­bal­ho, Noiva/o, etc.)
  • Sai­ba que vis­to comum de entra­da não sig­nifi­ca o mes­mo que vis­to de imi­grante.
  • Se pos­sív­el, ten­ha din­heiro sufi­ciente para se man­ter nos EUA por 6 meses. ($6,000-$10,000)
  • Cada esta­do dos EUA tem sua cul­tura. Vai onde você apren­da a falar inglês mais rápi­do.
  • Não cometa nen­hum tipo de fraude imi­gratório antes ou depois de chegar nos EUA.
  • Não diri­gir sem carteira vál­i­da, sem seguro ou com empla­ca­men­to não reg­u­lar­iza­do.
  • Apren­da a falar inglês bási­co antes de vir para não se enroscar no por­to de entra­da.
  • Assista vídeos no YouTube e mídia social sobre a vida aqui e out­ros detal­h­es impor­tantes.
  • Não minta para nen­hu­ma autori­dade de imi­gração ou poli­cial. Pode dar cadeia & depor­tação.
  • Se pos­sív­el, reserve din­heiro de emergên­cia caso ten­ha que retornar para o Brasil às pres­sas.
  • Se pos­sív­el, tra­ga um cartão de crédi­to inter­na­cional.
  • Antes de vender tudo no Brasil, obten­ha o vis­to primeiro. (Às vezes ele é nega­do!)
  • Não tente entrar pelo Méx­i­co. Você pode mor­rer, ser assalta­do, vio­len­ta­da ou assas­si­na­do.
  • Se você vier casado(a), se tor­na mais difí­cil obter o Green Card e cidada­nia. Pegue um bom advo­ga­do.
  • Vis­to de noivo/noiva: Deve se casar em 90 dias depois da entra­da.
  • Vis­to de Pastor(a) – Pode obter o Green Card. Con­sulte advo­ga­do de imi­gração.
  • Não fique online inda­gan­do como tra­bal­har ile­gal­mente, prin­ci­pal­mente no Face­book.
  • Ser for pre­so, as autori­dades podem ter aces­so a seus posts, mes­mo sem sua sen­ha. (VÍDEO)
  • Não cometa nen­hum tipo de fraude de casa­men­to. Pode dar mul­ta, cadeia e depor­tação.
  • Não ofer­eça ou rece­ba din­heiro para se legalizar nos país. Você pode ser pre­so, deda­do e/ou depor­ta­do.
  • Não dê calote em ninguém e não explore ninguém.
  • Se você tem o Green Card, não fique mais de 12 meses no exte­ri­or, ele será inval­i­da­do.
  • Não fique recla­man­do que brasileiros não te aju­dam. Eles não têm essa obri­gação. Crie boas amizades.
  • Apren­da a man­ter FOCO nos seus OBJETIVOS e não se afete pela neg­a­tivi­dade alheia.
  • Uma vez den­tro dos EUA, não se envol­va com pes­soas tóx­i­cas ou situ­ações com­pro­m­ete­do­ras.
  • Ven­ha com din­heiro sufi­ciente para com­prar ou faz­er um leas­ing de um car­ro bara­to. ($2,000-$5,000)
  • Não uri­nar, cus­pir nas calçadas, não tomar bebi­da alcoóli­ca no car­ro ou em lugares públi­cos.
  • Cuida­do com cer­tos medica­men­tos. Você não deve diri­gir sob influên­cia.
  • Não tra­ga nen­hum tipo de fru­ta ou sementes do Brasil. Cuida­do na alfan­de­ga com o que você traz.
  • Evite qual­quer tipo de ação físi­ca ou ver­bal que pos­sa ser car­ac­ter­i­za­da como assé­dio ou ofen­sa.
  • Respeite todas as leis de trân­si­to e leis locais. Mui­ta gente foi depor­ta­da dev­i­do a isso.
  • Não ofer­eça nen­hum tipo de doce, bebi­da ou brin­que­dos para cri­anças alheias.
  • Não esta­cione ile­gal­mente. Se levar mul­ta, pague como indi­ca­do pelas autori­dades ou corte.
  • Não coma ou exper­i­mente pro­du­tos ali­men­tí­cios no Mer­ca­do sem pagar primeiro.
  • Em muitos lugares existe mon­i­tora­men­to por câmeras ou por segu­rança. (Evite prob­le­mas!)
  • Ten­ha con­hec­i­men­to sobre as leis do esta­do onde você reside. Leis vari­am de esta­do para esta­do.
  • ITN não é uma per­mis­são de tra­bal­ho e vis­to de estu­dante só per­mite tra­bal­ho lim­i­ta­do no cam­pus.
  • Não comente sobre a sua situ­ação imi­gratória com ninguém. Somente com as autori­dades.
  • Sem­pre ande com seu pas­s­aporte váli­do para iden­ti­fi­cação. Não deixe nen­hum doc­u­men­to expi­rar.
  • Nem todo esta­do norte-amer­i­cano expe­de carteira de habil­i­tação para tur­is­tas e estu­dantes.
  • Não con­fun­da “Cidade San­tuária” como se fos­se o mes­mo que estar legal.
  • O fato de você ter tido fil­hos nos EUA não lhe garante o dire­ito de residir legal­mente no país.
  • Nun­ca saia ou se entrose com menor de idade se você tiv­er mais de 18 anos!! Use cautela sobre isso.
  • Cuida­do com exibição exces­si­va de afeição em públi­co. (Ficar se agar­ran­do, bei­jo de boca, etc.)
  • Nun­ca tente sub­ornar qual­quer poli­cial e tome cuida­dos nos bares! (brigas, etc.)
  • Antes de tirar fotos em lugares pri­va­dos, obten­ha per­mis­são primeiro.
  • Não toque ou brinque com cri­anças alheias ou fique soz­in­ho com elas. Qual­quer acusação, tchau!
  • Não com­er­cial­ize nada sem autor­iza­ção legal ou onde uma licença for requeri­da. Alu­gar imóveis a favor de ter­ceiros geral­mente é con­tra a lei. Ver­i­fique antes de atu­ar.
  • Evite deixar seu vis­to expi­rar. Se você ficar “out of sta­tus” reti­fique isso rap­i­da­mente.
  • Se você ficar ile­gal e hou­ver uma emergên­cia no Brasil e você sair, fica muito arrisca­do retornar.

Con­tin­ue Lendo…

Sua Opinião?